Requisitos de sistema: Ambiente de telefonia

Item

Requisito

DTMF

O ambiente de telefonia da organização deve ser capaz de executar as seguintes ações:

  • Detectar e interceptar tons DTMF da extensão da chamada celular entre o PBX e os aparelhos BlackBerry
  • Notificar ao BlackBerry MVS Server os tons DTMF usando notificação de KPML
  • Emitir tons DTMF no caminho de áudio quando forem solicitados pelo BlackBerry Mobile Voice System
  • Enviar tons DTMF aos aparelhos que estiverem no mínimo com 100 milissegundos de duração

Se o ambiente de telefonia da organização incluir componentes, como um servidor de correio de voz, que recebam tons DTMF do BlackBerry MVS, o ambiente de telefonia deverá ter recursos para apresentar os tons DTMF no formato correto (por exemplo, RFC 2833, mídia in-band, H. 323).

Número de identificação de chamadas, números ANI (quem faz a chamada)

  • Quando você usa direção de chamada iniciada pelo PBX, você deve configurar um Número de Identificação de Chamada para cada conector de telefonia. Este número deve ser exclusivo e dedicado ao BlackBerry MVS. O PBX deve usar o Número de Identificação de Chamada como o número de quem chama quando o PBX chama o aparelho BlackBerry. O BlackBerry MVS Client compara os últimos seis dígitos do número de quem chama com os últimos seis dígitos do Número de Identificação de Chamada. Se eles correspondem, o BlackBerry MVS Client trata a chamada como uma chamada do BlackBerry MVS. Assegure que qualquer manipulação de dígito do Número de Identificação de Chamada conserve os últimos seis dígitos no número de quem chama enviado ao aparelho BlackBerry.
  • Você pode especificar números ANI adicionais para identificar chamadas do BlackBerry MVS. Parte das informações de aprovisionamento do BlackBerry MVS que o BlackBerry MVS Server envia para o BlackBerry MVS Client inclui os números ANI opcionais de modo que o BlackBerry MVS Client tenha um registro dos números que podem chamar. O BlackBerry MVS Client usa uma combinação do número de identificação de chamadas e dos números na lista de números ANI opcionais para identificar chamadas do BlackBerry MVS.
  • Se a organização tiver um grupo de busca configurado no PBX com vários troncos de saída, e cada tronco tiver seu próprio número ANI, você deverá digitar cada número ANI no MVS Console.

número DID/DDI (Destinatário da chamada)

  • Se você configurar o BlackBerry MVS para fazer chamadas iniciadas no aparelho BlackBerry, será preciso configurar um número DID/DDI no ambiente de telefonia da organização. Este número deve ser exclusivo e dedicado ao BlackBerry MVS. Você também precisa configurar o número DID/DDI no MVS Console para cada BlackBerry MVS Server. O número DID/DDI é usado para aprovisionar as contas de usuário que você configurou para o aparelho.
  • Na classe de serviço, certifique-se de escolher Smartphone BlackBerry > PBX para os usuários que você deseja que usem BlackBerrychamadas iniciadas no aparelho. Você deve verificar se uma chamada recebida neste número DID/DDI solicita ao ambiente de telefonia para enviar um convite SIP ao BlackBerry MVS pela conexão SIP que foi configurada entre o ambiente de telefonia e o BlackBerry MVS.

Número de DID/DDI (Número sem cobertura de dados)

Se você configurar um número sem cobertura de dados, será preciso configurar um número DID/DDI correspondente no PBX da organização.

O BlackBerry MVS Client usa o número sem cobertura de dados para se conectar ao MVS Session Manager quando o usuário do BlackBerry MVS está em uma área sem cobertura de dados.

Servidor de correio de voz (se necessário)

Se a organização usar correio de voz solicitado, o BlackBerry MVS exigirá uma linha SIP do servidor de correio de voz da organização, que deverá ser compatível com RFC 3842 para que um MWI seja exibido nos aparelhos dos usuários.

Próximo tópico: Requisitos de sistema: PBX

Estas informações foram úteis? Gostaríamos de receber seus comentários.