Práticas recomendadas: Instalação e configuração do BlackBerry MVS

Práticas recomendadas para instalação de componentes do BlackBerry MVS

  • Durante a instalação, o campo Nome da instância do BlackBerry MVS Server usa como padrão o nome do host do computador onde você instala o BlackBerry MVS Server..
    • O nome da instância é independente do nome do host do computador; a alteração do nome do host não tem nenhum impacto no BlackBerry Mobile Voice System.
    • Você pode alterar o nome da instância desde que o nome seja exclusivo no BlackBerry Domain. Um nome pode conter até sessenta e quatro caracteres de comprimento e pode incluir caracteres alfanuméricos, _ (sublinhado), - (hífen), vírgula (,), espaço, tabulação, alimentação de linha e retorno de carro.
  • Durante a instalação, o campo Nome do host ou IP do BlackBerry MVS Data Manager usa como padrão o endereço IP do computador onde você instala o BlackBerry MVS Server. Normalmente, você não altera isto.
  • Imediatamente após a instalação, os serviços do Windows de todos os componentes do BlackBerry MVS ficam ativos a menos que você tenha optado manualmente por não iniciar os serviços. Estes serviços são obrigatórios.
  • Após a instalação, você deve adicionar o BlackBerry MVS Server à configuração do BlackBerry MVS para disponibilizá-lo para serviço. Você faz isto pelo MVS Console.
    • Ao adicionar o BlackBerry MVS Server, para configurar todos os componentes, deixe todas as caixas de seleção do componente selecionadas.
  • A configuração ideal do componente dentro de um BlackBerry Domain é:
    • Se você tem somente instâncias autônomas do BlackBerry MVS Server, você pode remover todas as instâncias do MVS Witness Server da configuração do BlackBerry MVS.
    • Se você tem somente instâncias autônomas do BlackBerry MVS Server, você pode remover todos exceto um MVS Data Manager e um MVS Event Manager da configuração do BlackBerry MVS.
    • Se você tiver um ou mais pares de alta disponibilidade, você pode ter no máximo duas instâncias do MVS Data Manager, duas instâncias do MVS Event Manager e duas instâncias do MVS Witness Server para cada par.
  • Um MVS BlackBerry Enterprise Server Connector pode suportar múltiplas instâncias do BlackBerry Enterprise Server quando todas as instâncias do BlackBerry Enterprise Server estiverem no mesmo BlackBerry Domain.
  • Um BlackBerry Enterprise Server pode ser associado somente a um MVS BlackBerry Enterprise Server Connector.
  • Um único MVS FMC Phone pode suportar até 10.000 usuários do BlackBerry MVS.
    • Para suportar mais usuários do BlackBerry MVS, instale instâncias adicionais do BlackBerry MVS Server. Para disponibilizar a capacidade adicional, você deve associar cada MVS BlackBerry Enterprise Server Connector adicional a pelo menos um BlackBerry Enterprise Server. Isto talvez exija que você desassocie um BlackBerry Enterprise Server de um MVS BlackBerry Enterprise Server Connector existente porque um BlackBerry Enterprise Server pode ser associado somente a um MVS BlackBerry Enterprise Server Connector.
  • Se você configurar uma chamada iniciada pelo aparelho BlackBerry, você deve configurar um número DID/DDI exclusivo para cada combinação de conector de telefonia/MVS FMC Phone. Você também deverá configurar os modelos de roteamento de chamadas da organização para que o PBX possa transferir as chamadas iniciadas no aparelho para o MVS FMC Phone associado ao número DID/DDI.
  • A comunicação entre um BlackBerry MVS Server e um BlackBerry Enterprise Server ocorre por uma porta TCP dedicada para a conexão entre o MVS BlackBerry Enterprise Server Connector e o BlackBerry Dispatcher. A porta TCP é configurada pelo MVS Console quando você adicionar o BlackBerry MVS Server.

    Um MVS BlackBerry Enterprise Server Connector pode ser conectado a uma ou mais instâncias do BlackBerry Dispatcher; um BlackBerry Dispatcher pode ser conectado a somente um MVS BlackBerry Enterprise Server Connector.

  • A comunicação entre um BlackBerry MVS e um BlackBerry Configuration Database ocorre através do seguinte:
    • Uma porta TCP dedicada para a conexão entre o MVS Data Manager e o BlackBerry Configuration Database. A porta TCP é configurada quando você instala o BlackBerry MVS Server.
    • Uma conexão interna entre o MVS Console e o BlackBerry Configuration Database. Esta conexão é configurada pelo instalador do BlackBerry MVS durante a instalação.

Práticas recomendadas para configurar o BlackBerry MVS para alta disponibilidade

  • Para configurar alta disponibilidade, você usa o MVS Console para associar duas instâncias do BlackBerry MVS Server autônomas para formar um par de alta disponibilidade.
  • Você não precisa configurar o status em espera/ativo das instâncias do MVS Session Manager e as instâncias do MVS BlackBerry Enterprise Server Connector; os componentes negociam o status entre eles
  • Duas instâncias do MVS Data Manager, duas instâncias do MVS Witness Server e duas instâncias do MVS Event Manager são necessárias por par de alta disponibilidade para fornecer alta disponibilidade.
  • A alta disponibilidade elimina o ponto de falha único para componentes do BlackBerry MVS, mas o BlackBerry MVS não pode fornecer redundância para a rede entre os computadores onde as instâncias do BlackBerry MVS Server estão instaladas. Para fornecer redundância para a rede, você deve fornecer redundância para o caminho de comunicação entre os computadores. Para fornecer alta disponibilidade completa para todo o serviço do BlackBerry MVS, também considere redundância para o PBX, o BlackBerry Configuration Database e as instâncias do BlackBerry Enterprise Server no domínio. Para obter mais informações, entre em contato com o administrador de TI da organização.

Práticas recomendadas para testar o tempo de ping de rede

  • O tempo máximo que um ping de rede poderá levar para ir do BlackBerry MVS Server até o BlackBerry Enterprise Server ou BlackBerry Configuration Database e voltar para o BlackBerry MVS Server deverá ser de 240 milissegundos.
  • O tempo máximo que um ping de rede pode levar para ir do BlackBerry MVS Server até o PBX e voltar para o BlackBerry MVS Server deve ser de 240 milissegundos.

Práticas recomendadas para configuração de um conector de telefonia

Um conector de telefonia identifica o endereço IP e portas que o BlackBerry MVS usa para enviar/receber mensagens SIP para/de um nó em sua infraestrutura de telefonia. A definição de um conector de telefonia também inclui parâmetros para configuração de chamada e normalização do número de telefone. Você configura conectores de telefonia através do MVS Console.

  • Um BlackBerry MVS pode suportar um ou mais nós.
  • A comunicação entre um BlackBerry MVS e um nó é realizada usando ao menos uma conexão SIP exclusiva entre o MVS Session Manager e o nó.
  • Você deve configurar ao menos um conector de telefonia.
  • Você pode usar múltiplos conectores de telefonia para dividir os usuários da sua organização entre nós em sua infraestrutura de telefonia. Você pode configurar conectores de telefonia para nós no mesmo cluster ou em clusters separados.
  • Quando você usa direção de chamada iniciada pelo PBX, você deve configurar um Número de Identificação de Chamada para cada conector de telefonia. O PBX deve usar o Número de Identificação de Chamada como o número de quem chama quando o PBX chama o aparelho BlackBerry. O BlackBerry MVS Client compara os últimos seis dígitos do número de quem chama com os últimos seis dígitos do Número de Identificação de Chamada. Se eles correspondem, o BlackBerry MVS Client trata a chamada como uma chamada do BlackBerry MVS. Assegure que qualquer manipulação de dígito do Número de Identificação de Chamada conserve os últimos seis dígitos no número de quem chama enviado ao BlackBerry MVS Client.
  • Você pode especificar números ANI adicionais para troncos de PBX que encaminham chamadas para aparelhos BlackBerry. O BlackBerry MVS Client usa uma combinação do número de identificação de chamadas e dos números na lista de números ANI opcionais para identificar chamadas do BlackBerry MVS.

Estas informações foram úteis? Gostaríamos de receber seus comentários.